domingo, 8 de janeiro de 2012

Libertação

   Certo dia, finalmente, ela descobriu que ainda podia ser feliz sozinha.
   Reaprendeu a ter autoconfiança e seguir em frente.
   Decidiu trocar alguns momentos especiais, que não tinham raízes sufucientes para se tornarem eternos, por um momento eterno (ou quase) de tranquilidade.
   Ela se libertou desse amor e percebeu que não seria tão ruim como imaginara antes.
   E assim, abriu as portas de seu coração para o mundo novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...